O que é persona e como definir uma para minha clínica?

Compartilhar
O que é persona e como definir uma para minha clínica?

Atualizado em: 22/05/2023 | Publicado em: 26/10/2016

Você está estudando marketing digital e quer saber o que é persona e como definir uma para a sua instituição de saúde? Então, esse artigo é para você! Nele, vamos discutir mais sobre esse conceito e explicar sua importância para uma estratégia de marketing médico de sucesso.

Antes de começar, vale ressaltar que essa etapa é essencial para todas as estratégias de marketing digital, mais especificamente para o inbound marketing. Apenas a partir dessa etapa, você conseguirá entender realmente quem são os seus pacientes, as suas preferências e suas necessidades.

Além disso, ao conhecer o perfil do seu paciente, você ainda melhorará a sua comunicação com ela, tornando toda a comunicação mais próxima do seu público.

Continue lendo para saber o que é persona e entender a importância desse conceito.

O que é persona?

Personas são personagens semi-fictícios, genéricos, que abrangem as várias necessidades, objetivos e padrões de comportamento observados entre os seus pacientes reais e potenciais. Esse processo ajuda a entender melhor seu público.

Ao conhecer os problemas que seus pacientes enfrentam, você pode produzir conteúdo para o seu público de forma que encontrem informações valiosas. Não só isso, a partir do momento em que você conhece a identidade do seu paciente, é mais fácil atraí-lo e mostrar que a sua clínica é o melhor caminho para resolver a queixa dele

Como criar a persona?

Agora que você já sabe o que é uma persona, podemos falar sobre como criá-la. Em primeiro lugar, você deve ter o conhecimento sobre detalhes de comportamentos e características de seus pacientes, entendendo, inclusive:

  • faixa etária;
  • principais reclamações;
  • histórico;
  • o que procuram e
  • onde trabalham.

E demais informações que possam agregar à construção de um perfil – a futura persona – que seja o seu paciente ideal. Para isso, será necessário realizar pesquisas.

Por exemplo, você sabe onde seus pacientes gostam de passar o tempo online? Ou como encontram sua clínica? Quais redes sociais normalmente usam para se conectar com a família, amigos e colegas de trabalho?

Esse tipo de pesquisa ajuda a monitorar o comportamento e direcionar melhor o conteúdo da sua clínica, além de conseguir promovê-lo nos lugares que seus pacientes potenciais estão mais propensos a encontrar.

É importante frisar aqui que, na maioria das vezes, sua instituição terá mais de uma persona. Isso quer dizer que você notará diferentes padrões de comportamento, que devem ser transcritos para montar um perfil detalhado.

A partir disso, é possível direcionar os esforços da forma correta, aumentando a eficiência do marketing de forma geral. Se uma das suas personas tende a gastar mais tempo no Facebook comparada a outra que prefere e-mail, você vai saber que tipo de conteúdo precisa estar em cada lugar.

Os leads (potenciais pacientes, neste caso) que pretende alcançar são mais propensos a reagir ao conteúdo que lhes interessa se ele for encontrado nos canais que já frequentam.

Até agora, suas personas têm ajudado a identificar o que lhes interessa, quais tópicos de conteúdo preferem, e onde encontrá-los. O que tudo isso significa exatamente? Indica que você vai ser capaz de projetar o marketing médico para as pessoas certas nos lugares perfeitos, ou seja, uma oportunidade poderosa para gerar leads com mais qualidade.

Fazer uma conexão pessoal através de e-mail marketing e dirigir suas mensagens de uma forma mais personalizada também permite construir programas de nutrição de leads destinados a diferentes personas e melhorar a qualidade de lead para sua clínica, gerando um fluxo de novos pacientes crescente, ou ainda, fidelizando seus atuais.

Para saber como direcionar os seus esforços, recomendamos o uso do Princípio de Pareto. Dê play na nossa live abaixo e saiba mais sobre este princípio.

O que é a jornada do paciente?

Comumente reconhecida, em outros segmentos como jornada do cliente ou funil de vendas, o conceito é valioso para você construir sua persona e dar a devida importância ao tema – perfeitamente aplicável no contexto das clínicas.

A jornada do paciente indica o ciclo de interesse do paciente, passando por um momento de atração, nutrição e relacionamento, até que ele esteja preparado para marcar uma consulta no seu consultório, por exemplo. Para cada etapa dessas, o conteúdo e relacionamento devem ser segmentados e muito informativos.

Veja o vídeo abaixo e saiba mais sobre o papel dos conteúdos para o marketing de instituições de saúde.

Saiba mais em: Inbound marketing em saúde

O cuidado com a ética

E claro, nunca se esqueça de seguir as normativas do Conselho Federal de Medicina ou de sua profissão quanto à publicidade ética. Essas normas não comprometem os resultados, apenas garantem que todas as informações sejam passadas da forma correta para o público.

Leia também: Saúde na mídia: entenda sobre a publicidade médica e a ética

Sabemos que lidar com termos novos e estratégias de marketing não é algo simples, mas com muito estudo e prática, você aprenderá tudo e se verá colocando a teoria em prática.

Se você ainda tiver alguma dúvida sobre o que é persona, entre em contato conosco e converse com um especialista.

user
Autor: CEO de E-saúde Marketing
É CEO na E-saúde Marketing. Formada em economia, com MBA pela Fundação Getúlio Vargas e Mestre em Administração pela UDESC. Trabalha com marketing digital e marketing em saúde há 15 anos.
Compartilhar
Falar com estrategista contato