Facebook Pixel Entenda como funciona o prontuário eletrônico do paciente - E-saúde

Artigo

Entenda como funciona o prontuário eletrônico do paciente

Publicado em 20.03.2018

Entenda como funciona o prontuário eletrônico do paciente

O Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) é uma tecnologia que pode trazer muitas vantagens e economia para as clínicas. A versão digital do prontuário substituirá, ao longo dos anos, a arcaica versão de papel, tornando a consulta mais dinâmica e as informações, mais seguras.

No entanto, alguns médicos ainda usam os prontuários tradicionais por não saberem os benefícios que a inovação pode trazer para o dia a dia. Saiba, neste post, o que é, como usar e quais são as vantagens de um prontuário eletrônico do paciente. Boa leitura!

O que é um prontuário eletrônico e como ele funciona?

O PEP, ou Prontuário Eletrônico do Paciente, é uma ferramenta usada para registrar, armazenar e disponibilizar a todo o momento informações sobre consultas, exames, condutas e tratamentos.

Sua interface é fácil de entender e mexer, o que demanda menos tempo de uso por parte dos funcionários da clínica, sejam eles médicos, enfermeiros ou demais profissionais da área de saúde.

Desse modo, todas as informações são registradas on-line, o que garante acesso remoto, ou seja, de vários aparelhos, mesmo que eles não estejam dentro da clínica ou hospital. Além disso, ele pode ser adaptado para a realidade de cada clínica, visto que existem algumas focadas em determinadas especialidades ou procedimentos.

Quais são os benefícios de adotar o PEP?

Praticidade

A adoção de um prontuário eletrônico permite maior praticidade. É possível diminuir o tempo gasto em sua formulação e, assim, aumentar a atenção do médico aos pacientes.

Além disso, pode-se fazer buscas por palavras-chave, médicos responsáveis ou datas, o que anula o tempo perdido na consulta na obtenção de informações das consultas anteriores.

Integração dos dados

Há integração de todas as informações referentes ao mesmo paciente, pois é possível incluir outros dados como o cadastro, prescrições, agenda on-line, controle nos atrasos e faltas do paciente e até cobranças. Além disso, pode-se visualizar a análise de todos os profissionais, o que ajuda na avaliação dos pacientes de forma integral.

Anexar resultados de exames e demais detalhes também é possível, o que enriquece a história do paciente.

Segurança das informações

Os prontuários de papel estão passíveis de erros de escrita e rasura, o que não acontece com a versão eletrônica. Além disso, como os arquivos são salvos na nuvem, não há risco de perda, o que pode acontecer com o prontuário físico.

Outra vantagem é a confidencialidade, visto que o sistema é protegido por login e senha. Desse modo, as informações dos pacientes não podem ser lidas por ninguém além das pessoas que possuem permissão para tal.

Redução de custos e espaço físico

O prontuário eletrônico possibilita a diminuição dos custos, pois menos recursos serão gastos com papéis, impressões, canetas e demais materiais. Além disso, ainda existe a possibilidade de reduzir outros recursos, como medicamentos e exames.

Outra vantagem é a economia de espaço físico, pois os prontuários de papel precisam ser estocados. O prontuário eletrônico não ocupa espaço, visto que é armazenado na nuvem.

E então, entendeu como o prontuário eletrônico do paciente pode ser útil para a sua clínica? Saiba como melhorar ainda mais a relação com o paciente baixando este e-book!

Como aplicar a gestão Disney em empreendimentos da área da saúde

Artigo

Como aplicar a gestão Disney em empreendimentos da área da saúde

7 dicas para melhorar o atendimento da sua clínica

E-book

7 dicas para melhorar o atendimento da sua clínica

Receba nosso conteúdo VIP