Artigo

O que não pode faltar em um site para saúde?

Por:
Publicado em 17/02/2020 - Atualizado 03/08/2020

O que não pode faltar em um site para saúde?

Com a crescente busca de informações na internet antes de consumir produtos e serviços, acompanhar as novas tendências e necessidades do consumidor moderno é mais que uma obrigação para empresas dos mais variados portes e segmentos. Com a área médica não é diferente: aumentar sua presença digital por meio de um site de saúde é uma estratégia  essencial para se manter competitivo no mercado. 

Ouça este conteúdo:

 

Antes de colocar essa estratégia em prática, é importante lembrar que um site de saúde não é um site qualquer. É preciso considerar a ética médica e seu principal objetivo: informar a sociedade. 

Além disso, ele deve ser profissional, bem construído, com ferramentas atuais e um design que espelhe sua identidade. É assim que desenvolvemos todos os projetos de website da saúde e queremos compartilhar esse conhecimento com você.

Neste artigo, vamos explicar a importância de um site de saúde para sua estratégia de marketing digital e apresentar algumas dicas de elementos que não devem faltar na sua página. Acompanhe!

A importância do site para sua estratégia digital

A premissa “quem não é visto não é lembrado” nunca fez tanto sentido como nos dias atuais. Com cada vez mais usuários pesquisando sobre informações de saúde na internet, estar onde seu público está é fundamental para que você seja encontrado com mais facilidade e agilidade. Para se ter uma ideia, 9 em cada 10 brasileiros buscam informações sobre saúde na internet.

Nesse cenário, contar com um site de qualidade contribui para que sua instituição de saúde seja encontrada nos resultados de busca, aumentando sua visibilidade online e atingindo potenciais pacientes com muito mais eficácia, precisão e agilidade. E mais: seu site pode funcionar como um canal de relacionamento com seus pacientes, por meio de conteúdos e informações relevantes.

Isso ajuda a construir a autoridade de seu site, contribuindo para um melhor ranqueamento e transmitindo a credibilidade e segurança necessárias para que o usuário realize o agendamento de uma consulta com você, por exemplo. Mas, como colocar tudo isso em prática? Explicaremos melhor no tópico abaixo!

Estratégias fundamentais para um site de saúde

Abaixo, você confere o que não pode faltar em um site de saúde para garantir os resultados que você deseja com essa estratégia tão importante.

Planejamento do site

Esse primeiro ponto é indispensável para qualquer projeto. Em um site da saúde, deve existir um planejamento inicial, em que deverão ser definidos: 

  • objetivo principal e secundários do site (o que você pretende obter com o site);
  • público a ser atingido;
  • conteúdo a ser divulgado;
  • imagem que deve ser transmitida da sua instituição;
  • qual será a periodicidade de atualização do mesmo;
  • quais outras estratégias digitais estarão envolvidas com o seu site. 

Não se esqueça também de considerar no planejamento o código de ética que rege a publicidade da sua profissão. Faça o download do material aqui

Produção do site

Agora que foi feito o planejamento, passa-se para a etapa de produção. Aqui, deverá ser criada a arquitetura da informação do site, o conteúdo de texto (lembre-se que ele deve ser curto e objetivo, além de otimizado, para a internet) e as imagens que serão usadas (fotos da instituição e de sua equipe). 

De posse desses materiais, resta a criação do design e, finalmente, a programação e codificação do site. É importante lembrar-se de programar seu site em uma plataforma que permita edição fácil para você e sua equipe (recomendamos a plataforma do WordPress). Na etapa de programação do site, não esqueça de otimizá-lo para buscadores.

Algumas informações que não devem faltar: sobre a instituição, currículo dos profissionais, tratamentos oferecidos, telefone, formulário ou e-mail para contato e artigos.

Integrações digitais

Em um contexto cada vez mais digital, algumas integrações são importantes. O que isso significa? Significa que o seu site deverá ser integrado a sistemas de e-mail marketing (em que a pessoa que visite seu site possa se cadastrar para receber informativos periódicos) e a outras ferramentas sociais, tais como o Facebook, Youtube, Instagram, Google Meu Negócio, Google Maps, Twitter (dependendo dos seus objetivos não precisam ser todas elas).

Cadastros importantes

É importante que sua equipe e sua instituição possua cadastros em diretórios da internet, tais como o Doctoralia, Hagah, Procuramed, Apontador, entre outros. O cadastro no Google Meu Negócio é cada vez mais importante. Isso ajuda sua instituição a ser encontrada com mais facilidade pelos usuários da sua região. 

Aspectos éticos

A fim de atender aspectos relacionados à ética na área da saúde, algumas informações não podem faltar. Por exemplo, os dados do responsável técnico devem constar em todas as páginas do site. Além disso, todos os conteúdos de saúde devem ser assinados por um profissional da área. Esses conteúdos devem ser embasados e respaldados por pesquisas científicas oficiais.

Você pode conhecer mais sobre algumas orientações gerais conhecendo as guidelines do HonCode, bem como as recomendações do próprio Google. Saiba mais no artigo em que explicamos os critérios do Google para a área da saúde.

guidelines-do-honcode

Agora que o seu site está pronto e integrado com as principais ferramentas de marketing digital, é muito importante que você o alimente periodicamente com conteúdo relevante. Isso significa escrever, por exemplo, dicas e artigos com assuntos que o seu público-alvo tenha interesse.

Além de otimizar seu ranqueamento, o conteúdo ajuda a construir sua autoridade na rede e fazer com que o paciente opte por realizar uma consulta em sua instituição de saúde e não na do concorrente, por exemplo.

Alimentação do seu site

Agora que o seu site está pronto e integrado com as principais ferramentas de marketing digital, é muito importante que você o alimente periodicamente com conteúdo relevante. Isso significa escrever, por exemplo, dicas e artigos com assuntos que o seu público-alvo tenha interesse.

Além de otimizar seu ranqueamento, o conteúdo ajuda a construir sua autoridade na rede e fazer com que o paciente opte por realizar uma consulta em sua instituição de saúde e não na do concorrente, por exemplo.

Monitore os resultados

Finalmente, o seu site deve estar em constante aprimoramento. Vincule-o ao Google Analytics (ferramenta do Google que permite que você visualize uma série de informações sobre quem acessa o seu site, as páginas mais acessadas e uma série de estatísticas importantes), configure metas pelo Google Tag Manager e monitore os resultados periodicamente, com o intuito de melhorar constantemente.

Quer saber como otimizar ainda mais seu site de saúde? Confira nosso e-book “8 elementos que o site da sua clínica não pode deixar de ter”!

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba por e-mail conteúdos sobre Marketing Digital para saúde.


Material escrito por:
Coordenação

É a Coordenadora de Desempenho da E-saúde. Busca desenvolver na equipe o espírito de cooperação, a inteligência e o humanismo. Sua motivação é ver todos bem: crescendo, se desenvolvendo e comprometendo em obter resultados consistentes para os clientes da E-saúde, ou seja, tendo eficácia através de uma conduta ética.

Os pilares do marketing médico digital: conteúdo, social e relacionamento

Artigo

Os pilares do marketing médico digital: conteúdo, social e relacionamento

Check-list dos padrões de SEO usados na E-saúde

E-book

Check-list dos padrões de SEO usados na E-saúde

Receba nosso conteúdo VIP