Artigo

Estratégia de e-mail marketing: as mudanças que a E-saúde realizou e renderam resultados


Publicado em 25/05/2017 - Atualizado 08/06/2017

Estratégia de e-mail marketing: as mudanças que a E-saúde realizou e renderam resultados

Uma estratégia de e-mail marketing bem organizada e planejada pode ser até 40 vezes mais eficaz do que o uso, em conjunto, de redes sociais como Facebook e LinkedIn, de acordo com uma pesquisa realizada pela McKinsey&Company, considerada a líder mundial em consultoria empresarial. Além disso, o estudo também demonstra que a estratégia de e-mail marketing apresenta resultados até três vezes mais rápidos que as redes sociais.

Para o público leigo, pode parecer que o e-mail tenha se tornado uma ferramenta um tanto ultrapassada, mas ele ainda é uma excelente aposta para guiar o usuário através da jornada de compra. Sem ele, você perde uma grande oportunidade de divulgação e relacionamento (e isso se aplica a qualquer tipo de negócio, inclusive para a área da saúde).

Como uma nova estratégia de e-mail marketing beneficiou nossos clientes

Na metade de 2016, analisamos, aqui na E-saúde, os resultados da estratégia de e-mail marketing de nossos clientes e decidimos reconsiderá-la. Apesar de haver um bom retorno, acreditamos que poderíamos fazer algo para que ele fosse ainda melhor. Precisávamos encontrar o que podia ser aprimorado.

A estratégia anterior consistia em enviar os e-mails marketing (newsletters e fluxos de nutrição de leads) em layouts e templates pré-prontos, em formato de imagem. Apesar de ser esteticamente bonita, percebemos que essa alternativa continha alguns problemas. Por exemplo, se o destinatário estivesse com má conexão com a internet, ou se o servidor de e-mail bloqueasse a imagem, toda a estratégia de e-mail marketing estaria arruinada (poucas pessoas realmente esperam até que uma imagem carregue. A maioria simplesmente deixa para lá, a menos que seja algo que as interesse muito).

Além disso, o template padronizado não continha um apelo pessoal, de que aquilo fora feito exclusivamente para aquele destinatário. Ao invés disso, passava a impressão de produção e envio em massa.

Então, entre os meses de junho e outubro de 2016, testamos o formato “texto puro” para a estratégia de e-mail marketing de nossos clientes. O nome já diz: o e-mail vai apenas no formato de texto.

Além de solucionar os problemas de carregamento de imagem, o texto puro torna tudo mais personalizado e atribui um caráter mais pessoal ao e-mail, o que é reforçado pela inserção do nome do destinatário (em geral, o paciente) e a assinatura do médico.

Como resultado, fazendo uma análise geral de todos os nossos clientes, obtivemos um aumento de 120% na taxa de conversão (cliques e resposta) depois da troca de formato.

Testar novas estratégias faz parte da filosofia do inbound marketing. Experimentando, podemos saber exatamente o que funciona para aquele público especificamente, ao invés de apenas reproduzir métodos padronizados e ditos efetivos. A internet facilita esse processo, desde que você saiba usá-la da forma adequada.

Com isso, queremos dizer que não basta, somente, mudar a forma de enviar seus e-mails, mas que é preciso planejar e identificar, também, para quem eles serão disparados. Você já tem isso bem estruturado?

Marketing para clínicas de cirurgia plástica? Entenda como ele pode ser útil para você

Artigo

Marketing para clínicas de cirurgia plástica? Entenda como ele pode ser útil para você

Marketing Digital para a Área da Saúde

E-book

Marketing Digital para a Área da Saúde

Receba nosso conteúdo VIP