Artigo

Quais são as especialidades médicas com maior potencial no mercado?

Por:
Publicado em 10/07/2020 - Atualizado 27/07/2020

Quais são as especialidades médicas com maior potencial no mercado?

Geralmente, as especialidades médicas são escolhidas com base nas suas condições de trabalho, jornada e remuneração — fatores que podem influenciar diretamente na escolha de qualquer carreira.

Ademais, avanços tecnológicos recentes possibilitam uma ruptura na forma como a medicina trata cada doença, o que pode influenciar nessa escolha.

Ouça este conteúdo:

 

Pensando nisso, separamos algumas especialidades médicas que apresentam maior potencial no mercado, de acordo com a Medical Futurist. Continue a leitura e confira!

As 8 especialidades médicas mais promissoras do mercado

1. Pediatria

Com um processo de especialização que dura de 2 a 3 anos, a Pediatria é a especialidade que trata de crianças, pré-adolescentes e adolescentes. Há a possibilidade de se atuar em prevenção, cura e até pesquisa.

Há também a possibilidade de acompanhamento de famílias com crianças, orientando com informações sobre vacinação e alimentação. Para o futuro, é justamente essa linha focada no acompanhamento que ganha destaque.

Isso porque a evolução tecnológica está chegando ao ponto da criação de dispositivos que auxiliam no controle da saúde e dos sinais vitais da criança — até mesmo crianças de crianças que ainda nem nasceram, através do monitoramento da gestante.

2. Radiologia

O profissional que atua em radiologia costuma trabalhar em clínicas especializadas e tem uma remuneração fixa. Entretanto, o fator qualidade de vida e jornada de trabalho são efetivamente os que mais atraem médicos para essa atividade.

As inovações tecnológicas, como robôs e algoritmos de análise de radiografias, também permitem o aprimoramento dessa prática médica. Portanto, trata-se de uma boa especialidade para ficar de olho!

3. Oftalmologia

A oftalmologia, muito além de receitar os óculos corretos, é a especialidade que trata de todos os problemas relacionados aos olhos — incluindo tratamentos e cirurgias. Este é mais um exemplo de especialidade que tem muito potencial graças às novas tecnologias.

Isso porque já há dispositivos dignos de filmes de ficção científica sendo trazidos à vida real — incluindo os olhos biônicos. Este exemplo específico, na verdade, já foi utilizado em uma cirurgia feita em 2015 e considerada um sucesso.

Além disso, este tipo de procedimento também já está restaurando parcialmente a visão de pacientes cegos, graças a implantes no sistema nervoso. O presente já está mostrando o quanto o futuro da oftalmologia é promissor.

4. Medicina Esportiva

Já existe, há certo tempo, uma gama de técnicas e dispositivos que monitoram cada uma das atividades e movimentos de atletas, mostrando diversos dados sobre a performance do treino. No entanto, a função sempre foi basicamente essa: monitoramento.

Hoje, novas tecnologias estão oferecendo possibilidades mais ambiciosas. Caso optem pelo acompanhamento de um médico especializado na área esportiva, atletas profissionais virão a ter, além de monitoramento de resultados, projeções de como melhorá-los ainda mais.

Tudo isso graças às novas tecnologias que, além de monitorar, traçam padrões que dão aos médicos dados suficientes para elaborar métodos de melhoria física e de performance. Vale citar aqui que, como estamos falando de atletas profissionais, essa está entre as especialidades médicas que podem trazer lucros muito altos para os médicos.

5. Oncologia

A Oncologia é a especialidade que diagnostica e trata os tumores sólidos. Antigamente, todos os tipos de câncer eram tratados por esse especialista, porém, a criação da Hematologia propiciou uma divisão na área.

Hoje, para ser Oncologista, é necessário cursar 6 anos de graduação em Medicina, 2 anos de residência em Clínica Médica e, depois, mais 3 anos de Oncologia.

O aumento dos casos de câncer é o principal responsável pela grande demanda da especialidade. No entanto, o oncologista deve visar sua atuação em cidades de médio a grande porte, visto que é preciso estrutura especial para tratamentos, como a radioterapia, além de equipes multiprofissionais.

 6. Dermatologia

O dermatologista cuida da pele, do tecido subcutâneo, das unhas e dos cabelos, além de realizar diversos procedimentos estéticos. Assim, sua área está entre as mais procuradas, visto que a população está cada vez mais preocupada com sua aparência.

Essa é uma especialidade de acesso direto, ou seja, não é preciso cursar outra residência para iniciá-la. Dessa forma, o médico que terminar sua graduação pode logo começar a residência ou especialização em Dermatologia, que dura 3 anos.

Fatores como a qualidade de vida e jornada de trabalho também são atrativos para essa ocupação médica, pois o especialista em dermatologia não precisa trabalhar com urgências. Normalmente, trabalha ambulatorialmente, realizando pequenas cirurgias, tratamentos clínicos e procedimentos estéticos.

7. Gastroenterologia

Mais uma das especialidades médicas com alto potencial no mercado é a gastroenterologia, que se trata do diagnóstico e tratamento de problemas relacionados ao aparelho digestivo, além do estudo do mesmo.

Outra vez temos a tecnologia como destaque que faz a gastroenterologia ser uma opção de especialidade favorável para o futuro.

A nanotecnologia se mostra uma grande parceira da área. Uma inovação chamada PillCam promete revolucionar a forma pela qual endoscopias são feitas atualmente. Trata-se de uma mini câmera, do tamanho de uma pílula.

E essa realidade não está tão longe assim: mais de 1 milhão e meio de pacientes já fizeram uso do dispositivo em todo o mundo.

8. Epidemiologia

A crise causada pela Covid-19 mostrou que agora, mais do que nunca, é importante que nós estejamos preparados para outras epidemias. Afinal, nunca se sabe quando algo parecido pode vir a acontecer de novo — e, quando acontecer, são os epidemiologistas que serão os profissionais mais consultados na busca por medidas de contenção.

É claro que o novo coronavírus é o principal exemplo recente — e também de maior escala —, mas ele está longe de ser o único. Desde 2015, por exemplo, mais de 50 países tiveram transmissões de zika vírus, sem falar, ainda, no ebola.

Como a epidemiologia é quem estuda os fatores de difusão, de evolução e de propagação de doenças, são os profissionais dessa especialidade que conhecem os meios necessários para a prevenção de epidemias.

Tecnologia e Especialidades Médicas

Embora a remuneração e a qualidade de vida sejam fatores importantes na escolha do ramo de atuação da medicina, algumas delas concentram um maior número de médicos ativos. E são essas especialidades médicas que apresentam, também, as maiores demandas.

Clínica Geral, Pediatria e Ginecologia, por exemplo, estão entre as áreas que lideram o ranking de número de médicos no Brasil devido à alta quantidade de pacientes. Entretanto, também existem desafios — como a superlotação de clínicas, principalmente nos hospitais públicos — que prejudicam a qualidade do atendimento ao paciente.

Mudando um pouco essa realidade, a medicina preventiva tende a crescer muito. Inovações em equipamentos irão possibilitar a realização de exames periodicamente em qualquer lugar, bem como o acompanhamento remoto, em tempo real, de cada paciente.

Além disso, a entrega virtual de resultados de exames já é uma realidade em algumas clínicas, e isso tende a se expandir para outras atividades, tornando a visita ao médico cada vez mais objetiva.

Enfim, o que você achou dessas tendências de especialidades médicas? Gostou do post? Acompanhe a E-saúde no Facebook e Instagram para ficar por dentro de mais novidades da área médica.

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba por e-mail conteúdos sobre Marketing Digital para saúde.


Material escrito por:
Coordenação

É a Coordenadora de Desempenho da E-saúde. Busca desenvolver na equipe o espírito de cooperação, a inteligência e o humanismo. Sua motivação é ver todos bem: crescendo, se desenvolvendo e comprometendo em obter resultados consistentes para os clientes da E-saúde, ou seja, tendo eficácia através de uma conduta ética.

Marketing Digital na área de saúde: 5 ferramentas para iniciar a estratégia

Artigo

Marketing Digital na área de saúde: 5 ferramentas para iniciar a estratégia

Guia de marketing para clínicas médicas

E-book

Guia de marketing para clínicas médicas

Receba nosso conteúdo VIP