Artigo

COVID-19 Ajustes de marketing na área de saúde que você deve fazer em resposta ao Coronavírus

Por:
Publicado em 24/03/2020 - Atualizado 26/03/2020

COVID-19  Ajustes de marketing na área de saúde que você deve fazer em resposta ao Coronavírus

Nossa equipe está aconselhando todos os clientes a como eles devem ajustar sua estratégia de marketing em resposta à pandemia do Covid-19. Espero que essas recomendações sejam úteis a você também. 

Esse é um momento de mudanças rápidas e muita incerteza quanto ao futuro. De repente, fomos orientados a nos fechar em nossas casas e muitas clínicas, e instituições tiveram que se adaptar: ou a reduzir, ou até mesmo cancelar todos seus atendimentos, ou a enfrentar um fluxo de pessoas acima do normal, tendo que revisar todos seus procedimentos internos em pouco tempo.

Os esforços de marketing devem se focar em como apoiar as instituições e profissionais de saúde para informar o público (incluindo mídias sociais, sites e publicidade) e como se preparar para uma possível crise que possa chegar.

Por quê adaptar nossa estratégia de marketing e orçamento durante a pandemia do Covid-19?

Cada realidade é única, mas aqui vão algumas orientações gerais do marketing em saúde durante a crise.

Algumas ações de marketing como branding, indicação de médicos e experiência do paciente, não podem parar. Lembrando que as instituições de saúde constroem  suas marcas através da experiência do paciente e os serviços que eles prestam.

O trabalho de relações públicas, ainda mais em tempos de crise, deve estar ativo e reforçado, comunicando ativamente como será a conduta da sua instituição. 

Mas, e quanto ao marketing digital e a publicidade tradicional?

Websites

Deve publicar aviso sobre como a instituição lidará com o momento: se os atendimentos serão total ou parcialmente fechados, ou qualquer outra mudança.

SEO e Marketing de conteúdo

Como é um investimento de longo-prazo, recomendamos que o trabalho continue. Esse é um investimento que garantirá o futuro da visibilidade da instituição. Inclusive, temos recomendados que parte de investimento em marketing tradicional, se houver, seja direcionado para o SEO e melhorias no site.

Atendimento via mídias sociais

Essa é uma atenção redobrada no período. É provável que exista um fluxo bastante intenso de pessoas perguntando e interagindo com suas publicações e mídias sociais. Esteja atento a esse canal.

Mídias pagas – Google Ads

Se a instituição estiver de portas abertas, recomendamos que mantenha o investimento. Lembrando que, mesmo que a demanda caia, você pagará apenas pelas pessoas que estão pesquisando agora pelo seu serviço.

Mídias sociais – publicações orgânicas

A maioria dos seus pacientes e potenciais pacientes estarão em casa, pesquisado sobre seus problemas de saúde. Lembre-se de garantir conteúdo útil e também de ajustar os conteúdos ao cenário atual. 

Mídia paga – Display e Social Ads

Sua estratégia determinará se você deve continuar ou pausar a publicidade digital. Se você deseja continuar um trabalho de branding ou informar o público, a publicidade digital (incluindo Rede de Display do Google, YouTube, Spotify, Facebook, Instagram, Linkedin) ainda pode fazer muito sentido. No entanto, se você estiver procurando por resposta direta, ou seja, conversões de agendamentos de procedimentos eletivos, por exemplo (ROI imediato), seu investimento em marketing poderá ser melhor investido em outras categorias.

Publicidade tradicional (TV, rádio, impressos)

Da mesma maneira que as mídias pagas, se seu objetivo é ROI imediato é melhor pausar o trabalho. Se é construir sua marca (branding) e informar o público, então poderá manter. 

Algumas dicas adicionais

Separamos também alguns pontos adicionais a se observar:

O mundo precisa de você: comunique-se

A crise que estamos passando provavelmente gerará marcas profundas. Porém, esse é o momento em que o mundo mais precisa que as lideranças da saúde se posicionem e comuniquem claramente para que o público possa entender o que está acontecendo. Lembre-se que sua marca é muito mais do que você divulga ou anuncia, ela é construída com base no que você faz. Um dos papéis dos profissionais da saúde é de levar informação qualificada à sociedade. E seu posicionamento em meio à crise certamente gerará um impacto na sua imagem no médio e longo-prazo.

Se seus atendimentos estão reduzidos ou paralisados, é hora de dedicar à sua estratégia

É a hora de aproveitar o momento para colocar em dia e focar nas estratégias de marketing que até o momento você não tinha tido tempo para se dedicar. Se não ficarmos paralisados com a crise, a chance de sairmos bem dela aumentarão.

Teste novos movimentos

Esse é um bom momento para tentar iniciativas como Webinars, Lives, ou conteúdos online similares. 

Teste a telemedicina

De acordo com resolução do CFM, a telemedicina foi autorizada no dia 19 de março de 2020 em caráter de exceção. Existem muitos aplicativos para videoconferência, a começar pela própria ferramenta do WhatsApp, ou então o Google Hangout, Google Meet, Zoom, Skype ou outros. Além de proteger seu paciente e equipe da exposição ao vírus, também manterá um fluxo de pacientes, que poderão aproveitar da comodidade em um momento que, possivelmente, tenham mais tempo livre.

Revise sua agenda de conteúdo futura

Tenha certeza que suas publicações estejam adaptadas para o novo contexto. Cuidado para que publicações não soem ofensivas ou fora de contexto. Busque adaptá-las ao novo contexto.

Ajuste, mas não pare

Lembre-se de que, embora seja necessário ajustar alguns de seus esforços de marketing, isso não significa que você deva interromper o marketing completamente. Afinal, nesse novo cenário, muitas pessoas têm muito tempo em suas mãos e procuram orientação para seus problemas de saúde.

Veja a evolução dos tráfegos nos sites. Os de saúde foram um dos poucos que cresceram, de acordo a publicação do Neil Patel (2020).

Agora, o mais importante é servir e informar a sociedade. E isso também cria uma oportunidade ética e eficaz de posicionar sua instituição de saúde positivamente hoje e no futuro.

——-

Agradeço Stewart Gandolf, estrategista de marketing em saúde norte-americano, pois este artigo foi adaptado e traduzido de seu artigo publicado no site da HealthCare Success.

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba por e-mail conteúdos sobre Marketing Digital para saúde.

Material escrito por:
Coordenação

É a Coordenadora de Desempenho da E-saúde. Busca desenvolver na equipe o espírito de cooperação, a inteligência e o humanismo. Sua motivação é ver todos bem: crescendo, se desenvolvendo e comprometendo em obter resultados consistentes para os clientes da E-saúde, ou seja, tendo eficácia através de uma conduta ética.

Como estruturar a recepção da clínica

Artigo

Como estruturar a recepção da clínica

Receba nosso conteúdo VIP