Artigo

Uso de banda larga móvel dobra no Brasil


Publicado em 20/03/2012 - Atualizado 05/05/2017

Uso de banda larga móvel dobra no Brasil

Em 2011, o uso de banda larga móvel no Brasil teve crescimento de quase 100% –foram 41,1 milhões de acessos, ante 20,6 milhões em 2010, segundo balanço divulgado nesta terça-feira (20) pela Huawei e pela consultoria de telecomunicações Teleco.

O crescimento é bem maior do que a média mundial, de 26,2%, de acordo com a UIT (União Internacional de Telecomunicações).

Em janeiro, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) uniformizou os critérios para contabilizar os acessos por meio de telefones celulares e modems entre as operadoras, o que levou a um crescimento de 4 milhões no número de acessos à banda larga móvel no país, afirmou Eduardo Tude, presidente da Teleco.

Segundo o estudo, 84% da população brasileira vive em áreas cobertas por banda larga móvel –um aumento de 15,7% em relação a 2010.

O número de municípios no Brasil com acesso à internet rápida móvel chegou a 48,6% no ano passado. Em 2010, eram 23,4%.

A Teleco estima que, neste ano, os acessos à banda larga cheguem a 73 milhões no Brasil, número que deve subir para 124 milhões em 2014.

Hoje, no país, 20,9% das receitas das operadoras provêm de serviços de dados, número menor do que a média no Japão (cerca de 50%), nos EUA (aproximadamente 40%) e na Europa (por volta de 30%).

Ainda de acordo com o “Balanço Huawei da Banda Larga 2011”, a banda larga fixa cresceu 19,6% no Brasil em 2011, passando de 13,8 milhões de acessos, em 2010, para 16,5 milhões em 2011.

No ano passado, a porcentagem de municípios brasileiros com disponibilidade de banda larga fixa chegou a 99,8%, ante 81,1% em 2010, segundo o estudo.

Fonte: Folha de São Paulo.

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba por e-mail conteúdos sobre Marketing Digital para saúde.

Por que ter um blog médico pode atrair mais pacientes na sua clínica?

Artigo

Por que ter um blog médico pode atrair mais pacientes na sua clínica?

Receba nosso conteúdo VIP