Artigo

Redes sociais para médicos autônomos

Por:
Publicado em 25/07/2019

Redes sociais para médicos autônomos

A importância das redes sociais para a área médica é inegável, mas muitos médicos autônomos não reconhecem seu devido valor e acabam perdendo grandes oportunidades, seja pela falta de tempo, baixo conhecimento, dúvidas em relação aos resultados ou diversos outros fatores.

Ouça este conteúdo: 

 

Apesar das dificuldades, ignorar as redes sociais como estratégia para garantir mais consultas e contribuir para o sucesso de sua carreira pode ser um erro grave. Isso porque os brasileiros passam, em média, 3 horas e 39 minutos conectados às redes sociais todos os dias, segundo uma pesquisa realizada pela agência We Are Social.

Ou seja, se você não está onde sua audiência está, dificilmente será visto e lembrado. Por outro lado, estar presente nos canais em que seu público passa boa parte do tempo todos os dias é fundamental para que você seja encontrado.

Contudo, ser encontrado não é o suficiente. É preciso trabalhar com estratégias eficientes e uma comunicação direcionada especificamente aos pacientes que você deseja atingir. Para te ajudar nessa missão, separamos algumas dicas para que médicos autônomos conquistem melhores resultados com as redes sociais. Acompanhe!

Como atuar nas redes sociais?

As redes sociais são importantes instrumentos para divulgar informações relevantes, aumentar sua visibilidade e melhorar a relação de confiança com os pacientes. Entretanto, para alcançar os resultados desejados, é importante que os médicos autônomos adotem boas práticas e saibam como atuar nas redes de forma estratégica. Confira nossas dicas!

Facebook

Com cerca de 130 milhões de usuários no Brasil, o Facebook é a rede social mais usada no país. A plataforma é um importante espaço para divulgar informações sobre sua área de atuação, criar engajamento com novos seguidores e ampliar a interação com aqueles que já conhecem a sua clínica ou consultório. 

Na hora de criar conteúdo, pense nas principais dúvidas dos seus pacientes ou temas que sejam interessantes para eles. Artigos sobre tratamentos médicos, causas e sintomas de doenças comuns de sua especialidade, novidades da área e notícias da mídia sobre saúde são boas opções.

Instagram

O número de usuários no Instagram não para de crescer e a rede já é a preferida de muitas empresas para se aproximar de seus clientes. Os tipos de conteúdo podem ser similares aos publicados no Facebook, mas usando um tom mais leve e divertido com atenção especial para um detalhe: as imagens.

Como o Instagram é uma rede imagética, muitos usuários veem a foto ou vídeo primeiro para depois ler a legenda. E se a parte visual não for atrativa, muitos nem se dão ao trabalho de conferir as legendas. Por isso, escolha fotos com boa qualidade, vídeos chamativos e, se optar por artes gráficas, capriche no aspecto visual!

LinkedIn

O LinkedIn é uma rede essencialmente profissional, mas que também pode atuar como um importante aliado para médicos autônomos. Nesta rede, você pode publicar seus artigos que saíram em revistas médicas, escrever conteúdos relevantes sobre sua especialidade, etc. Enfim, é uma excelente opção para quem ainda não possui disponibilidade para ter um blog. 

No LinkedIn, você também pode se conectar com outros médicos, fazer networking e ampliar sua rede de contatos, além de participar de grupos de discussão sobre sua área de trabalho. Além disso, também é válido disponibilizar todo o seu currículo de forma detalhada, o que pode ser um grande diferencial para que os pacientes conheçam melhor sua capacitação.

Essas são as principais redes sociais para médicos autônomos. Existem, ainda, outras redes importantes que você também pode utilizar, sempre considerando as melhores estratégias para as redes sociais.

Cuidado com as regras do CFM

Diferente dos outros segmentos, a medicina não pode se transformar em uma ação comercial, já que quando falamos da área da saúde, não estamos lidando com clientes, mas sim com pacientes. É por isso que o Conselho Federal de Medicina impõe algumas regras de publicidade sobre o marketing médico. Conheça as principais!

  • não usar fotos de pacientes sem autorização;
  • não publicar fotos de antes e depois;
  • não divulgar valores das consultas;
  • não utilizar expressões sensacionalistas, como “o melhor”, “o mais capacitado”, “resultado garantido, etc;
  • não publicar informações médicas imprecisas;
  • não oferecer diagnóstico online.

Conheça todas as normas clicando aqui

Como vimos, as redes sociais são importantes ferramentas para médicos autônomos. Quer conferir mais conteúdos como este? Continue nos acompanhando pelo Facebook e Instagram e conheça as melhores práticas para encantar seus pacientes!

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba por e-mail conteúdos sobre Marketing Digital para saúde.

Material escrito por:
Coordenação

É a Coordenadora de Desempenho da E-saúde. Busca desenvolver na equipe o espírito de cooperação, a inteligência e o humanismo. Sua motivação é ver todos bem: crescendo, se desenvolvendo e comprometendo em obter resultados consistentes para os clientes da E-saúde, ou seja, tendo eficácia através de uma conduta ética.

Como colocar sua clínica no mapa com o Google Meu Negócio? Aprenda!

Artigo

Como colocar sua clínica no mapa com o Google Meu Negócio? Aprenda!

Receba nosso conteúdo VIP