Facebook Pixel Mobile Marketing: Estratégias de Marketing em Saúde - E-saúde

Artigo

Mobile Marketing: Estratégias de Marketing em Saúde

Publicado em 20.12.2011

Mobile Marketing: Estratégias de Marketing em Saúde

O uso generalizado de telecomunicações móveis e tecnologia multimídia envolvidos na prestação e distribuiçao de serviços em saúde cria novos termos dentro do Marketing: o Mobile Health ou, simplesmente “mHealth”.

Na última década, a definição de mHealth se expandiu tanto que não se refere apenas a mensagens de voz, SMS (short messaging service) e MMS (multimedia messaging service), mas também a capacidade de telefones inteligentes, tais como internet, vídeo, imagem e outras funções. O mHealth tem o potencial para revolucionar os sistemas de informação de saúde e criar uma experiência de cuidados individualizados de saúde para pessoas do mundo inteiro.

Mais de 3,3 bilhões de indivíduos possuem telefones celulares em todo o mundo e, são utilizados para fins diversos, incluindo carreira,  família, negócios, networking, etc.

A tecnologia móvel inclui qualquer dispositivo ou ferramenta que utiliza celular ou qualquer rede sem fio para se comunicar com outros dispositivos, que inclui as funções básicas de telefonia móvel, além de conectividade com a Internet. A partir de um telefone inteligente, uma pessoa pode acessar sites de redes sociais como Facebook, MySpace, YouTube ou, navegar em sites de busca e receber e-mails.

Inovadores aplicativos em saúde buscam explorar toda essa evolução para que possa ser utilizada para transmitir informações clínicas, incluindo raios-x e outros dados biométricos, facilitar a e-prescrição, além de transmitir informações sobre o status quo da saúde de um indivíduo e transmitir informações clínicas . Um objetivo futuro é criar uma aplicação que permita aos indivíduos ver o seu registro pessoal de saúde através de um dispositivo móvel. Para os Mobile Marketers a abordagem do telefone celular não seria simplesmente outro meio de publicidade, mas sim uma necessidade, devido à sua opção de respostas rápidas.

Cinco temas principais de aplicações mHealth podem ser definidos:

Adesão ao tratamento: Refere-se ao uso de aplicações móveis para garantir que pacientes cumpram rigorosamente os seus horários de tratamento.

Dados de vigilância e doenças: Uma maior organização dos dados nesta área desenvolveria um sistema eficaz para compartilhar dados entre diferentes sistemas de informação local e global.

Sistemas de informação para saúde e Pontos de Suporte para cuidados de saúde: Antes, os sistemas de informação em saúde eram apenas criados para médicos. Hoje outros profissionais da saúde estão entre o público-alvo. Esta nova era de “telemedicina” pode difundir e muito as informações e conhecimentos através de tecnologias e sistemas. Algumas barreiras podem estar presente como a resistência do clínico para um novo equipamento, bem como as despesas desconhecidas e conseqüências de sistemas de apoio universalmente acessível.

Promoção da Saúde e Prevenção de Doenças: mensagens de texto SMS podem ser extremamente úteis para a distribuição de materiais essenciais de saúde, educação, bem como informações sobre prevenção de doenças e locais clínica pública. Alguns obstáculos que podem ser citados seria incluem responsabilidades legais, a precisão das informações, e os riscos de segurança.

Resposta médica emergencial: Esta área de mHealth tem sido a mais difícil de estudar, simplesmente devido à natureza e tendências das emergências em si. No entanto, as tecnologias móveis são maneira  potencialmente, rápidas e úteis de buscar assistência em uma situação desastrosa. Algumas barreiras incluem restrições, como a capacidade da rede, bem como os custos de infra-estrutura (transporte e estradas), particularmente para locais de telefone de emergência nacionais.

Embora a maioria dos resultados da utilização generalizada de dispositivos móveis tenham sido positivos, novas pesquisas são necessárias, bem como o desenvolvimento contínuo de mHealth para superar as limitações e as barreiras dentro do sistema atual.

Fonte: adaptado de Unite for Sight

Saúde na mídia: Entenda sobre a publicidade médica e a ética

Artigo

Saúde na mídia: Entenda sobre a publicidade médica e a ética

Receba nosso conteúdo VIP