Artigo

Marketing para clínicas: por que é importante?

Publicado em 27.12.2015

Marketing para clínicas: por que é importante?

O marketing para clínicas é um aliado da  conquista e manutenção de clientes, em qualquer negócio. Em suas várias formas, representa atrair o público, fazendo-o adquirir seu produto ou serviço e garantir sua satisfação de tal forma que deseje vivenciar a experiência positiva novamente, estabelecendo, assim, relacionamentos duradouros e benéficos para todos. É uma forma eficiente de promover uma imagem favorável e motivar as pessoas a escolherem seus serviços.

O uso adequado das ferramentas de marketing significa, muitas vezes, menos ônus e maior eficiência no alcance dos objetivos da clínica, pois um dos princípios básicos do marketing é proporcionar valor e benefícios superiores para quem o utiliza.

Há diversas formas de se empregar as ferramentas do marketing para compreender as necessidades e desejos das pessoas e construir produtos e serviços para satisfazê-los. Lembrando que não é qualquer coisa que se faz que irá conseguir ou manter um indivíduo como usuário do seu serviço em saúde. É preciso construir boas experiências, bons relacionamentos, que se reverterão em satisfação.

Ter um diferencial é importante

Não é fácil obter esse resultado, ainda mais depois das mudanças do mercado, em que as pessoas detém maior domínio sobre suas preferências e pouco são influenciadas por demandas geradas. Mas, também, não é tão difícil assim. Só é preciso encontrar a fórmula para se destacar. Ou seja, inovação com foco no paciente é a chave.

Isso quer dizer que é preciso encontrar uma nova receita de bolo, com um novo sabor, mais atraente e capaz de aguçar o paladar das pessoas para que elas queiram experimentar mais pedaços, invés de fazer o mesmo bolo que todo mundo faz. Realizar o mesmo que os outros até se reverte em resultados, porém, não é uma maneira de atuação que fará a clínica se sobressair em relação às demais. O que coloca o seu serviço em evidência é o que você tem de diferente.

Mas basta ser diferente?

Quem consegue oferecer um serviço com um diferencial que atraia as pessoas, está a um passo de estar bem posicionado no mercado. Por quê? Por que ter um diferencial sem que as pessoas saibam disso é pouco resolutivo. Quem já descobriu o quão bom é o atendimento e tudo o mais que a clínica oferece até pode influenciar outras pessoas a procurar por você para atendê-la. Afinal, a indicação, o boca-a-boca ainda funcionam muito bem. Porém, tem um limite de abrangência que o marketing sabe como vencer.

Bem ou mal, a clínica é um negócio que está inserido num contexto altamente competitivo. Não planejar o marketing para ganhar visibilidade pode não ser uma decisão tão acertada. Nessa decisão está muito presente a crença de que não se deve haver envolvimento com marketing por ser propaganda. Os dois conceitos são frequentemente confundidos. Para explicar o marketing, vamos partir para um exemplo prático:

Um médico cria, aleatoriamente, dois grupos de pacientes. Depois de ser visitado pelos pacientes de um grupo, ele enviou uma simpática carta de acompanhamento, enquanto que para os pacientes do segundo grupo não foi enviado nada. Quando ambos os grupos foram solicitados a qualificar o grau de satisfação com relação ao acompanhamento da visita médica, três vezes mais pacientes do grupo que recebeu a carta de acompanhamento ficaram totalmente satisfeitos.

Resultados do marketing para clínicas

Para obter o resultado do primeiro grupo o médico utilizou os princípios do marketing voltado para o valor, concentrando as atividades de marketing em criar e entregar valor para as pessoas. É por isso que o marketing para clínicas é importante, para que se tornem conhecidas e gerem experiências agradáveis que as pessoas queiram reviver.

Para implementar planos e estratégias de marketing para clínicas, as organizações precisam de pessoas com uma compreensão clara das ferramentas de ação estratégica representadas pelos elementos do composto de marketing, além de conhecimento sobre o ambiente de atuação da empresa, destacando os pacientes e os concorrentes. Conheça alguns cases da E-saúde em marketing médico para você se inspirar.

Novas regras para publicidade médica entram em vigor

Artigo

Novas regras para publicidade médica entram em vigor

Receba nosso conteúdo VIP