Facebook Pixel 5 dicas de marketing digital para médicos - E-saúde

Artigo

Marketing digital para médicos: 5 dicas para fazer a melhor estratégia online

Publicado em 25.10.2017

Marketing digital para médicos: 5 dicas para fazer a melhor estratégia online

A principal diferença entre o marketing digital para médicos e para outros segmentos profissionais é que o primeiro deve ser pautado pelo código de ética da profissão. Tal priorização é necessária porque garante a transparência, aumentando a confiança nos tratamentos prescritos — até mesmo os de caráter profilático.

Considerando esses pontos fundamentais, é possível destacar cinco dicas de marketing digital para médicos. Confira!

1. Paute-se sempre pelo código de ética

As estratégias de marketing para médicos pela web devem observar os oito princípios do HonCode, o código de ética da Health On the Net Foundation.

O primeiro deles, por exemplo, trata da questão das fontes de informação. Toda informação veiculada em sites médicos deverá vir de fonte qualificada. Caso não seja, a origem do conteúdo deverá ser expressamente anunciada.

2. Tenha um site responsivo

Um site responsivo é aquele que se adapta de maneira fluida a qualquer dispositivo. Independentemente do aparelho em que esteja sendo acessado, o site deverá prezar pela boa usabilidade web.

Sites adaptáveis a todos os dispositivos são, inclusive, mais bem ranqueados na busca orgânica do Google. Portanto, para acelerar os resultados em termos de SEO, é fundamental observar esse aspecto.

3. Garanta acessibilidade

A acessibilidade também é muito importante, afinal, estamos lidando com conteúdo voltado para pacientes, que podem ter limitações físicas. Vamos supor que, em um site de clínica oftalmológica, as imagens estejam todas com seus atributos alt e title definidos.

Trata-se de um procedimento que garante não apenas o ranqueamento, mas a interpretação das imagens por quem tem deficiência visual. Com apoio de um software de leitura de texto (que lê os atributos da imagem), a compreensão do conteúdo é facilitada.

4. Defina sua persona

Por falar em site de clínica oftalmológica, de nada vale desenvolver conteúdos e ranquear bem na busca orgânica se o site não for pensado para atrair as pessoas certas. O marketing digital para médicos se aplica a todas as especialidades, por isso, é necessário ter muito cuidado, definindo com muita clareza o perfil do paciente com quem se quer falar.

A definição correta da persona serve como um apoio. Ao elaborar um conteúdo, é para esse personagem, criado com base em perfis reais, que devemos direcionar nossa fala.

5. Ofereça um conteúdo relevante

Para o paciente, o que é mais interessante: saber sobre pesquisas científicas internacionais ou sobre meios de expressar sua insatisfação?

Não que as pesquisas científicas sejam desinteressantes, pelo contrário! A questão central, ao desenvolver ações de marketing pela web, é oferecer às pessoas exatamente aquilo que elas desejam e precisam saber.

Agindo segundo esse princípio, garante-se também o respeito às orientações do Código de Ética Médica, que dá mais autonomia ao paciente. Afinal, se o paciente pode decidir até pelo tratamento que quiser, nada mais justo do que veicular online apenas temas que sejam diretamente de seu interesse.

Portanto, as ações de marketing digital para médicos, quando orientadas pelos princípios éticos, geram bons resultados para profissionais e pacientes. Marketing e transparência não se excluem mutuamente, pelo contrário, são conceitos que se complementam, gerando relações de confiança.

Mantenha-se informado sobre marketing digital para médicos assinando a nossa newsletter. 😉

As tendências do design para 2014

Artigo

As tendências do design para 2014

Receba nosso conteúdo VIP