Artigo

Como criar uma estratégia de marketing de conteúdo em saúde?

Por:
Publicado em 24/02/2020 - Atualizado 05/03/2020

Como criar uma estratégia de marketing de conteúdo em saúde?

O marketing de conteúdo nunca foi tão importante para uma estratégia digital. Com o crescente número de pesquisas no Google, ser encontrado nos resultados de busca é o caminho inicial para transformar simples usuários em pacientes fiéis para sua instituição de saúde

Ouça este conteúdo:

 

Publicar conteúdo para educar seus pacientes, tornar sua marca referência, dar boa reputação aos seus serviços e atrair novos pacientes são alguns dos grandes benefícios que as estratégias de marketing de conteúdo possibilitam para a área da saúde. 

Por outro lado, se você não aposta no marketing de conteúdo está perdendo oportunidades reais de otimizar os resultados de sua instituição de saúde, afinal “em terra de marketing, o conteúdo é rei”.

A importância do marketing de conteúdo

Marketing de conteúdo pode ser definido como “uma estratégia que busca engajar com o público-alvo de um empreendimento e aumentar a rede de clientes e de potenciais clientes por meio da criação de conteúdo relevante, capaz de atrair, envolver e gerar valor para as pessoas, ocasionando uma percepção positiva do seu empreendimento e, com isso, gerar mais vendas.” (Rock Content, 2020).

Basicamente, o marketing de conteúdo possui a missão de atrair, converter, encantar e fidelizar os pacientes. Tudo isso só é possível através da criação de conteúdos com aplicabilidade das técnicas de SEO – para que você seja encontrado – e que sejam relevantes para o usuário – para que suas informações possam fazer diferença na vida dele de alguma forma. 

Para te ajudar a entender melhor, separamos algumas vantagens que o marketing de conteúdo pode proporcionar para a área médica. Confira!

Autoridade

Se você divulga conteúdo com frequência e de boa qualidade – isso inclui uma boa apresentação visual também – a tendência é que você ganhe mais autoridade, aumentando sua visibilidade online e fazendo com que os pacientes te vejam como uma referência em seu segmento de atuação. Não é uma relação consciente, mas é a associação direta que as pessoas fazem: bom conteúdo = bom profissional.

Confiança

Ao oferecer um conteúdo qualificado e relevante, os usuários se sentem mais dispostos a fornecer informações pessoais a você, como nome e e-mail, que pode ser utilizado para manter um relacionamento com ele, por exemplo. Isso é importante para que você construa uma relação de confiança e proximidade até que o paciente esteja preparado para se consultar com você.

Baixo custo 

Custos de impressão são bastante altos. Com o marketing de conteúdo você não necessita inserir essa despesa no seu orçamento de marketing. Isso porque ao utilizar corretamente as técnicas de SEO, seus conteúdos podem ser encontrados com mais facilidade nos resultados de pesquisa orgânica, ou seja, não é necessário pagar para ser encontrado. 

Educa o paciente 

Além disso, a principal forma de divulgar sua marca de maneira ética e eficaz, sendo uma instituição da saúde, é por meio do marketing de conteúdo. A estratégia possui a função dupla de divulgar e educar, sendo esta última, papel social da área da saúde. Ao educar seu paciente, além de contribuir com seu papel social, você aumenta as chances de encantar e fidelizar o paciente com muito mais facilidade. 

Como utilizar o marketing de conteúdo de maneira assertiva?

  • Evite conteúdos de cunho publicitários: o CFM determina que os conteúdos da área da saúde possuam somente a função de orientar e educar o paciente.
  • Aborde temas relevantes: os conteúdos devem girar em torno de dicas de prevenção de doenças, perguntas e respostas, explicações de procedimentos e tudo aquilo que seja de interesse de seu paciente.
  • Comprove as informações: sempre que citar dados e informações, cite as referências utilizadas para comprovar que o que você está dizendo tem respaldo científico.
  • Utilize meios distintos para disseminar a informação: vídeos, podcasts, artigos, posts para Facebook, banner no site, e-books são importantes formatos de conteúdo que você pode utilizar.
  • Facilite o compartilhamento: botões de compartilhamento via Facebook e enviar por e-mail para um amigo, por exemplo, ampliam a distribuição e a credibilidade do seu material.
  • Pense no seu público e escreva para ele: se vai escrever para o seu paciente, escreva como se estivesse falando com ele, de maneira que ele compreenda.
  • Monte um calendário de datas comemorativas e de eventos: aproveite essas datas para criar conteúdo relevante. Por exemplo, planeje-se para criar um conteúdo preventivo para o câncer de mama e divulgue em outubro, com a campanha ‘Outubro Rosa’.

Quer saber como já ajudamos diversas instituições de saúde com estratégias de marketing de conteúdo? Confira nossos cases de sucesso e venha ser o nosso próximo case!

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba por e-mail conteúdos sobre Marketing Digital para saúde.

Material escrito por:
Coordenação

É a Coordenadora de Desempenho da E-saúde. Busca desenvolver na equipe o espírito de cooperação, a inteligência e o humanismo. Sua motivação é ver todos bem: crescendo, se desenvolvendo e comprometendo em obter resultados consistentes para os clientes da E-saúde, ou seja, tendo eficácia através de uma conduta ética.

Inbound vs. Outbound marketing: principais diferenças

Artigo

Inbound vs. Outbound marketing: principais diferenças

Receba nosso conteúdo VIP