Artigo

Como as pessoas cuidam da saúde: o que já mudou com a internet

Publicado em 22.02.2012

Como as pessoas cuidam da saúde: o que já mudou com a internet

Recentemente, a Google publicou um e-book nomeado “ZMOT: CONQUISTANDO?O MOMENTO ZERO DA VERDADE” (clique aqui para ler o e-book). O ZMOT refere-se a uma nova etapa na forma com que as pessoas buscam informações e decidem por algo.

Rishad Tobaccowala, Executivo principal de estratégia e inovação da VivaKi, explica que hoje, quando os consumidores ficam sabendo de um produto, sua primeira reação é ‘Vou pesquisar na Internet’. E assim eles embarcam em uma jornada de descobertas: sobre um produto, um serviço, um problema, uma oportunidade.

E não é diferente com a área da saúde. Ao aparecimento de um sintoma, o paciente logo recorre ao oráculo digital (Google) com a finalidade de se informar e solucionar seu problema. Nestes casos, o autodiagnóstico e a automedicação são bastante prováveis.

Qual profissional da saúde não se deparou com pacientes conhecendo terminologias e tratamentos profundamente, possivelmente já com um diagnóstico definido e aguardando apenas a comprovação do mesmo com o profissional? Essa é uma realidade nova, mas que só tende a crescer.

Qual será a sua contribuição neste novo cenário? Nós, da E-saúde, acreditamos que os profissionais da saúde devem se impor de maneira ética e responsável no ZMOT, ou seja, em um novo momento de decisão de seus pacientes na internet. Deixá-los sozinhos em um cenário digital em que há cada vez mais opiniões sem comprovação e embasamento científico levará inexoravelmente a um aumento de autodiagnóstico e automedicação e, possivelmente, a autodiagnósticos e automedicação equivocados e prejudiciais à saúde. Nossa missão é a de auxiliar vocês, profissionais da saúde, a contribuírem positivamente neste novo momento.

Use o sistema para hospital para melhorar a rotina da sua instituição

Artigo

Use o sistema para hospital para melhorar a rotina da sua instituição

Receba nosso conteúdo VIP