Facebook Pixel 8 princípios éticos do marketing médico na internet - E-saúde

Artigo

8 princípios éticos do marketing médico na internet

Publicado em 21.08.2012

8 princípios éticos do marketing médico na internet

A divulgação da saúde deve seguir princípios éticos, específicos, pois está lidando com um elemento muito importante: a saúde das pessoas.

A internet tem se tornado um veículo extremamente poderoso na divulgação de qualquer tipo de informação, seja ela qualificada ou não. “Em qualquer mídia virtual, se 20 pessoas replicarem uma informação sua, ela será distribuída para 8.000 pessoas. É como pólvora”, já explicou o professor Gil Giardelli da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM).

Segundo pesquisa divulgada pelo instituto Ipso MORI, 86% dos brasileiros com acesso à internet utilizam a rede para buscar orientações sobre saúde, remédios e suas condições médicas.

O marketing médico na internet

A entidade não-governamental Health On the Net Foundation (HON) promove e guia o desenvolvimento de informações online úteis e confiáveis através de iniciativas para que as instituições da saúde respeitem padrões éticos. A HON criou o selo HONcode que funciona como um guia para a ética da saúde na internet. Através de seus mais de 15 anos de existência, a HON conseguiu sintetizar neste selo pontos essenciais a serem seguidos para estabelecer mecanismos que promovam qualidade, objetividade e transparência em informações médicas.

Conheça os 8 princípios do HONcode:

PRINCÍPIO NÚMERO 1 – Informação deve ter autoria

Toda informação dada no site deve ser dada somente por profissionais da área médica. Caso a informação seja dada por profissionais que não sejam da área médica deverá conter uma declaração de que a informação está sendo dada por um indivíduo ou organização não qualificado na área médica. O site precisa fornecer informações gerais sobre a organização ou indivíduo responsável pelo seu funcionamento ou conteúdo, e uma pessoa deve ser nomeada como editor ou ator principal.

PRINCÍPIO NÚMERO 2 – Complementariedade/Missão/Assistência

O site deve conter uma declaração de que as informações contidas no site se destinam a complementar e não substituir qualquer conselho ou informação de um profissional de saúde.

Deve conter, também, uma declaração no site descrevendo a missão prevista para o site e mencionar claramente o públio-alvo do site (público em geral, estudantes, profissionais,…).

PRINCÍPIO NÚMERO 3 – Privacidade e Confidencialidade

A política de privacidade e de confidencialidade em relação a e-mails, informações pessoais e médicas deve ser exibida no site.

O site e seus reflexos devem respeitar os requisitos legais, incluindo os requisitos relativos a privacidade de informações médicas e pessoais, que se aplicam no Estado e País da localização do site.

PRINCÍPIO NÚMERO 4 – Informações devem ser referenciadas, documentadas e datadas

Quando for o caso, a informação contida no site será respaldada por referências claras às fontes consultadas, e, quando possível, tendo links HTML para estas fontes. A data em que cada página médica foi atualizada pela última vez deverá ser exibida claramente (no topo da página, por exemplo).

PRINCÍPIO NÚMERO 5 – Justificativa das reclamações

Se o site fizer reclamações relativas à prestação ou execução de um produto médico ou tratamento específico, comercial e de serviços, deverá dizer se as alegações feitas foram com base em investigações científicas ou artigos publicados, com referência clara, ou se as alegações são feitas com base nas pesquisas pessoais e opiniões próprias.

PRINCÍPIO NÚMERO 6 – Contato site

Os programadores visuais do site irão procurar dispor a informação da forma mais clara possível e disponibilizar endereços de contato para os visitantes que desejarem informação ou ajuda adicional. O webmaster exibirá seu endereço de e-mail claramente em todas as páginas do site. 

PRINCÍPIO NÚMERO 7 – Divulgação das fontes de financiamento

Os apoios dados ao site serão identificados claramente, incluindo a identidade das organizações comerciais e não-comerciais que tenham contribuído para o site com ajuda financeira, serviços ou recursos materiais.

PRINCÍPIO NÚMERO 8 – Política de privacidade

Se a publicidade é uma das fontes de renda do site, isto deverá ser indicado claramente. Os proprietários do site fornecerão uma breve descrição da política de divulgação adotada. Os anúncios e outros materiais promocionais serão apresentados aos visitantes de uma maneira e em um contexto que facilitem diferenciá-los do material original produzido pela instituição gestora do site.

Marketing digital estratégico para médicos: Vitrine de credibilidade

Artigo

Marketing digital estratégico para médicos: Vitrine de credibilidade

Guia de marketing para clínicas médicas

E-book

Guia de marketing para clínicas médicas

Receba nosso conteúdo VIP